quinta-feira, março 17, 2011

PEC 4

8 comentários:

Isa disse...

Lóle!
lá reflexos rápidos têm eles.



É o mal de muito morteiro, muita encenação e pobre de performance.

António Branco disse...

Olá Isa! Estás a falar do Sócrates? ;)

Isa disse...

eurh ...

pois tá claro, António, tão havia de ser do quê/quem? do Sótrates, pois. Tá claro. Yep. Sim. Dele. do Sócrates ... isso. Mesmo.:)

António Branco disse...

De repente fiquei com a sensação que era de mim, com esses yeps e issos :P

Isa disse...

E eu lá comento em blogs de gente com muita encenação e pouca performance pá, tu tem é masé juízo!

António Branco disse...

Sei lá... há quem ache "velhos do Restelo" os que não pensam exactamente da mesma maneira... (penso que tu não...).

Isa disse...

Ó António, a compararem-me a alguém, antes aos velhos do Restelo que a pseudo revolucionários. Eu sou pela diferença, cá rebanhos ... era só o que faltava.
Na discussão saudável é que se chegam a consensos, é com diferentes prespectivas que se enriquece o conhecimento, é com a experiência dos outros que nos acrescentamos, é na aceitação do que nos parece diferente que nos igualamos, e o resto é converseta.

O meu 1º comentário era um cadinho a fugir pró que já me conheces, referia-me exactamente - e favor lembrar que és tu que me obrigas a explicações mais específicas - a desempenhos masculinos. Dos quais só sei de ouvir falar, ok? que infelizmente nessas coisas, a minha experiência ainda não dá pra escrever livros. Mas hey, olha que se pode muito bem generalizar a coisa e ir-se por aí afora.

Porra, as coisas que eu faço sem querer, hã?:)

António Branco disse...

huuummm... está bem... mas eu estava a falar do PEC 4 (eu sei que morteiros não têm nada a ver com PECs... ou se calhar têm... e com gajos e com desempenhos vários... e com tamanhos de primeiros ministros...)
Um dia ainda vou gostar da Merkel...