sexta-feira, março 18, 2011

Escrever direito por linhas tortas.


Na Suméria, a profissão de escriba era uma profissão reconhecida e bem paga. E só quem tivesse capacidade económica para a estudar até ao final da adolescência poderia almejar o título. Assim, os escribas eram filhos de gente mais abastada (embaixadores, administradores de templos, sacerdotes, oficiais, capitães de navios, escribas…).

Um texto interessantíssimo da altura conta-nos a história de um estudante que, depois de ter sido várias vezes castigado pelo professor (por incompetência na escrita), sugeriu ao pai que o convidasse a sua casa para lhe “adoçar a boca”.


O seguinte texto tem 4000 anos:

“…Convidaram o professor da escola e, quando este entrou em casa, obrigaram-no a sentar-se no lugar de honra. O aluno serviu-o e rodeou-o de atenções …”
O pai ofereceu vinho ao professor e presenteou-o. “Vestiu-o com um fato novo, deu-lhe um presente, meteu-lhe um anel no dedo”.

Animado por esta generosidade, o mestre reconforta o aspirante a escriba em termos poéticos:

“Jovem, porque não desdenhastes as minhas palavra […] podereis atingir o apogeu da arte do escriba, podeis a ele ascender plenamente […] Dos vossos irmãos podereis ser o guia, de vossos amigos o chefe; podereis atingir a mais alta posição entre os estudantes […] Vós cumpristes bem as vossas tarefas escolares, tornastes-vos um homem de saber”.

Por vezes tenho as minhas dúvidas acerca da Teoria da Evolução de Darwin…

Referência
Samuel Noah Kramer, A História Começa na Suméria, pp 34-35 Forum de História, Publicações Europa América, 1997

Livro referido, na Fnac

6 comentários:

A Minha Essência disse...

E ler nas entrelinhas também! ;)

Kiss

António Branco disse...

Do referido, os aprendizes a escriba sabiam ler (e escrever) nas entrelinhas antes mesmo de serem escribas... Infelizmente (do meu ponto de vista) é algo de Essencial Essência :)

Kiss 2

Bichinha disse...

Dá que pensar... eu hoje chamo-lhe lambe botas e são estes que continuam a vingar passados 4000 anos. Bom fim.de.semana.

António Branco disse...

Olá Bichinha!
Mal para os dois lados... para quem lambe e quem se põe a jeito...
Bom Fim de Semana!

Fresco_e_Fofo disse...

Esse professor leccionava inglês técnico na Independente? lool

António Branco disse...

E a seguir... alguém a mandou fechar, Fresco...