quinta-feira, fevereiro 10, 2011

Wael Ghoneim



Wael Ghoneim é um jovem de 30 anos, executivo da Google. A 25 de janeiro convocou uma manifestação para protestar contra o regime egípcio. Acabou por ser um dos responsáveis pela manifestação favorável à democracia no Egito.
Ghoneim é diretor de marketing do Google para o Médio Oriente e América do Norte e mora no Dubai. Dois dias antes da revolta contra Mubarak tinha viajado para o Egito.
Ghoneim acabou por ser preso a 27 de Janeiro, tendo sido libertado 12 dias depois.

Sou contra as ditaduras. E apesar da paz conseguida no médio oriente, Mubarak não me parece a solução para o Egito. No entanto, também não me parece bem acabar com um qualquer regime quando não há alternativas. É o primeiro passo para a guerra, do interesse de tantos, nomeadamente dos vendedores de armamento e de abutres de campos de batalha, sendo que este os teria muitos, não fossem os museus egípcios alvo de grande cobiça…

Daí, perguntei-me, “quem é este Ghoneim?”. Pouco sabendo sobre ele, e tendo visitado a sua página no Facebook, a primeira impressão não foi a melhor.



Não tenho nada contra aqueles que inspiram Ghoneim. Mas as inspirações de Ghoneim mostram-no um revolucionário estranho… no mínimo, defende aquilo que está a derrubar…

… ou… está a ser controlado de fora…

6 comentários:

Fresco_e_Fofo disse...

O mal da ditadura existente é capaz de ser menor em comparação com os regimes islâmicos.
Só depois do mal feito é que podemos tirar conclusões, mas pelo andar da carruagem...

António Branco disse...

Olá Fresco! Verdade! Esperemos que não venha lá pior do que está... mas reconheço que eles não estão bem. Em particular agora que a informação está aqui à mão de semear, é fácil, para quem quer, comparar-se com o resto do mundo... e eles fizeram-no e não gostaram.

A Minha Essência disse...

Risos... desculpa a minha ignorância sobre o assunto, mas desconhecia por completo. :-o

Beijo

António Branco disse...

Olá Essência.Ninguém sabe tudo. Não há que pedir desculpa. Mas há que estar atento. Pois haverá sempre alguém disponível para nos enganar quando há falta de atenção. Neste caso... achei estranho este senhor (impulsionador da revolta no Egipto) ter como inspiradores Bill Gates e Warren Buffet...

Lady Me disse...

É mesmo impressionante! Nem sei o que dizer. Agora é esperar para ver, mas sendo assim isto ainda vai demorar a ter um fim risonho!

António Branco disse...

Esperemos que tenha um fim risonho para os egípcios. E que o mesmo não conflitue demasiado com as ideologias ocidentais. Ou andaremos todos ao estalo daqui a 2 ou 3 anos...