quarta-feira, abril 13, 2011

Gamar ou não gamar. Eis a questão.

Em Abril do ano passado, o presidente da República Checa, Václav Klaus, disse que nunca deixaria o seu país chegar a um défice semelhante ao de Portugal.
Esta semana, o comportamento de Václav Klaus aponta para uma forma de o conseguir…

15 comentários:

Fresco_e_Fofo disse...

Ladrãozeco de meia tigela.
Isto diz muito dos valores morais de um imbecil que ocupa o mais alto cargo de uma nação.

Evanir disse...

Encontrei seu blog no José .
Uma pessoa linda dando lição de vida a mim e ao Mundo.
E tenho visto a revolta referente a polica em Portugal .
Eu seu não é nada facil a pessoa ama e venéra sua Patria e depois se diante de uma situação creio que jamais vista em Portugal.
Eu tenho muitas amizades nesse Pais que amo desde criança.
Sou brasileira mais sinto por Portugal.
O Brasil ja estamos acostumados com os ladrões .
Estou seguindo você beijos aqui do Brasil,Evanir.
www.aviagem1.blogspot.com

António Branco disse...

Olá Fresco! Não sei como é que deixamos estes tipos chegar a nossos dirigentes...

António Branco disse...

Olá Evanir!
Bem vinda! Nós também já somos roubados há algum tempo. Só que agora a coisa está mais complexa... já não há mais para roubar...
Beijos!

Pusinko disse...

FANtÁSTICO!!!
Posso fazer um link no meu blog??

António Branco disse...

Olá Pusinko!
Claro que podes! Não precisas pedir!
Bj

Pusinko disse...

:D obrigada!

Fi ♥ disse...

António, roubados já somos nós todos os dias!

Obrigada pela visita e quanto ao seu comentário só lhe posso dar razão, que seria de vocês homens sem nós mulheres?;)

António Branco disse...

Olá Fi! Bem vinda! Somos roubados mas sabemos disso. E não queremos continuar a ser.
Que seriamos de nós sem as mulheres, sim! Por isso as meninas são bem vindas, como te tinha dito :)

Rui Caldeira disse...

Porra, e eu a pensar que o Berlusconi era o politico como deve ser . . que desilusão e alegria ao mesmo tempo =)




Abraço

Isa disse...

O senhor gamou uma caneta foi? opá! mas se calhar era porque escrevia...


não ...?

António Branco disse...

Olá Rui! Temos de ir mostrar na política aquilo que não sabemos :P

António Branco disse...

Olá Isa!
Gosto de canetas. E tenho algumas muito fixes. Nunca gamei nenhuma. E, na verdade, nem sei se ainda escrevem ;)

Lu! disse...

O que eu me ri com o ar dele todo "discreto"... Meu Deus!

António Branco disse...

Olá Lu!
Tinha dado menos nas vistas se o tivesse feito "às claras", naturalmente... uma vantagem: sempre nos fez rir...