terça-feira, abril 12, 2011

Boleia de 8 Km

No Alasca, em Cook Inlet e Turnagain Arm, em determinadas condições, a maré cria ondas que sobem 8 quilómetros de rio, permitindo, a surfistas atentos a essas condições, um excelente passeio.

7 comentários:

Utena disse...

Deve ser excelente :)

António Branco disse...

Olá Utena!
São poucos os locais onde as marés provocam este tipo de onda. E há surfistas que esperam as condições ideais, que sucedem esporadicamente, para aproveitar os quilómetros de boleia. Deve ser bom :)

Fresco_e_Fofo disse...

Devido ao grande caudal de alguns rios, forma-se uma "parede" de água que resiste à entrada da maré. Quando esta consegue vencer a força da corrente, sobe em vagas por muitos quilómetros. Na China (não me recordo se no Rio das Pérolas, se no Rio Amarelo) e no Brasil (Amazonas), as vagas chegam a subir centenas de quilómetros.
Nalguns pontos de África são conhecidos por "macaréu".

António Branco disse...

Olá Fresco! Conhecia de nome, mas acho que nunca tinha visto até há poucos dias. O Youtube tem várias, quando procuramos por "bore". No Amazonas chamam-lhe "Pororoca"

S-libris disse...

Sim, deve ser um excelente passeio. Mas também deve ser bastante perigoso...

(macaréu e pororoca gostei)

Gostei muito do blog, aprende-se imenso. Estou a seguir. :)

António Branco disse...

Olá S-Libris! Bem vinda!

Penso que o perigo maior está associado à existência de margens de rio, o que não sucede no mar (a não ser que haja rochas). Mas as ondas parecem ser um pouco mais previsíveis que as de mar.

Macaréu e Pororoca são, realmente, palavras estranhas :)

Obrigado pela palavras sobre o blog :)

Rui Caldeira disse...

Convem levarem uma sandocha senão arriscam-se a passar fome hahahaha