sexta-feira, janeiro 07, 2011

hehe

12 comentários:

Dark angel disse...

Já me desfiz a rir!! :D
( tenho que me recompor, ai o que eu estava a precisar de um momento destes!)

ADOREI.

António Branco disse...

Olá Angel :)
Estamos todos a precisar de rir um pouco que isto anda tudo para o depressivo.
Patty cake :)

Bastet disse...

Eu tenho tantos gatos xD E há um filão de videos de gatos no youtube...

Dark angel disse...

Até tem alguma lógica que ande... quando vemos a nossa dívida pública nos 107% do PIB, dá mesmo p ficar deprimido...
Mas depois vemos coisas destas e tudo se atenua :D

António Branco disse...

Olá Bastet!
Tenho dois gatos (não, não são os do vídeo ;). Este filminho encontrei-o numa página da Facebook e como me ri sozinho, achei que poderia fazer mais alguém rir :)

António Branco disse...

Angel, as alterações do humor (do humano e da sociedade) são cíclicas. As coisas melhoram sempre, mais tarde ou mais cedo. Há que rir um pouco nestas alturas ou tudo se torna insuportável. E ainda podemos ter um AVC ;)

Li disse...

Que coisinha tão fofa esse vídeo, quem me dera por a minha Nininha a fazer esse tipo de coisas, mas ela é mais independente do que eu hihii!!
Beijinhos grandesssss e obrigadooo pelos parabés!!

Fresco_e_Fofo disse...

A inocência dos animais é uma grande lição para nós. Mas as lições só aproveitam a quem tem inteligência para as aprender...

Um abraço.

António Branco disse...

Olá Li! Eu acho que estes dois gatos têm este comportamento para se defenderem um do outro... se isto se tornou hábito com o tempo, não sei... mas acaba por dar um vídeo engraçado...

António Branco disse...

Olá Fresco! Alguns políticos (e o Cavaco é exímio nisso) tratam-nos como atrasados mentais. Acho que ainda não perceberam que a maioria do país já não é a parvalheira... (bem... eu rezo para que seja a "maioria" do país ;)

Um abraço!
P.S. tenho dois gatos e dois cães muito fixes.

Isa disse...

Isto está uma delícia, António!

Adoro gatos, mas os meus cães são muito ciosos do seu espaço. O unico que toleram é o do meu vizinho, que adora o meu jardim vá-se lá saber porquê, já que também tem um. E brinca às escondidas comigo o estupor, farto-me de rir com aquilo. Noutro dia escondeu-se debaixo do grelhador ou lá comé que aquilo se chama, que tem a capa um bocado descosida de um dos lados. Depois ficava lá debaixo e de vez em quando eu via a pata dele a afastar aquilo, devagariiiiiiinho a ver se eu o topava. Ficamos naquilo uma porção de tempo até que a Leila ciumenta resolveu acabar com a brincadeira.
Parva. Tem que ser sempre tudo só pra ela, só pra ela.
Eu acho que podia viver só com cães e gatos e que se lixassem os humanos.

Vou-te roubar isto tá bem?

António Branco disse...

Olá Isa!
Eu também acho que podia viver só com bichos... mas não era a mesma coisa ;)
Rouba lá. Mas deixa-me o meu aqui :)