terça-feira, novembro 15, 2011

Religião 2 - Os Guias

“Ora o homem Moysés era mui humilde, mais humilde do que todos os homens que havia sobre a face da terra.” 1

Poderá alguém ser tão humilde ao ponto de ser o MAIS humilde, não se contentando em ser um humildezeco qualquer? Faz-me lembrar o sr. Silva! Aquele que é tão honesto que qualquer outro honesto português teria de nascer duas vezes para ser tão honesto quanto ele. São estas merdas que nos servem de guias…

1 Frase retirada da bíblia. Números, 12:3. A bíblia em causa é uma edição das Sociedades Bíblicas do Rio de Janeiro. Algumas traduções usam “manso” em vez de “humilde”.

4 comentários:

Isa disse...

AHAHAHAHAHAHA

Muito bom, António. Pá, excessos d'humildade nunca me convenceram. Não é nosso, não é humano. Assim como Moisés. Não era humano.
Dêm-me alguém pejadinho de defeitos, com aquela capacidade rara de os reconhecer, aceitar, assumir,tentar não os impôr,e por esse reconhecimento, ter a alma aberta às mesmas falhas dos outros, e pode que me estejam a apresentar o meu guia. Isso é que é a minha leitura de "humildade".

António Branco disse...

Eu acho que nenhum deles era humano... são histórias... alteradas uma e outra vez, ao sabor de sentimentos pessoais...
E esses que dizes, com defeitos e com capacidade de os reconhecer, aceitar e não impôr, são raros (não estou a ver nenhum...). Bem, talvez aquele que também não existiu. Mas que de vez em quando reconhecia que estava errado. Até lá, até reconhecer, era arrogante. O que não deveria suceder, se era filho de deus... (Vê vê Mateus 15:21-28).

Pusinko disse...

Grande observação, António!
No entanto, sou capaz de aceitar o adjectivo "manso" para o descrever no mesmo texto. Na minha opinião retira muita da ostentação de ser o Mais e melhor humilde entre todos :D

Creio que a bíblia perde muito nas traduções. Será por isso que o Corão é preservado sem grandes traduções. E, ainda assim, originou diferentes opiniões/interpretações desde a morte do profeta.

António Branco disse...

Olá Pusinko!
Mas seria "o mais manso de todos", o que, apesar de ridículo, não deixa de ser um superlativo...
Do que sei do Corão, dizem que só se compreende se aprendermos árabe... mas deve ser uma tentativa para nos ludibriarem... é que aprender árabe dá muito trabalho... e ninguém o vai fazer só para descobrir que o Maomé voava com o seu cavalo até Jerusalém para falar (nos céus) com Jesus...
... esta gente era toda doida... vai-se ao céu num cavalo que voa para falar com um morto (que se calhar nem existiu)???? Não admira que Maomé tivesse dores de cabeça terríveis de cada vez que tinha uma visão da coisa... só podia ser (pelo menos) epiléptico...