terça-feira, outubro 25, 2011

Miminho

Notícia gamada o Santos Marques no Facebook.

Política - Ângelo Correia aceita corte, mas não eliminação de subvenção vitalícia - RTP Noticias, Áudio

Tinha Ângelo Correia dito, há uns meses atrás, no programa "Plano Inclinado":

"Os direitos adquiridos são uma burla e não existem". Claro que estava a falar dos direitos adquiridos "dos outros"...

Ver minuto 33:25.

6 comentários:

Isa disse...

Não levas a mal que eu não veja, poi não? É que para além de nem ser preciso, este erro da mãe natureza sempre me complicou cos neuvos.

Até me faz um cadinho d'impressão, que respire. Pá, faz.
Pronto.
Disse.

António Branco disse...

Olá Isa! Não levo a mal. Mas não tinhas de ouvir toda a "estopada". Só uns segundos.
O homem diz na rádio (ouvir clicando no link) que vai continuar a receber uma subvenção porque "é um direito adquirido legalmente"... e há uns meses disse exactamente o oposto: que "há direitos adquiridos que só o são enquanto a economia for sólida"...
Claro que não somos perfeitos. Mas quando erramos devemos voltar atrás, não persistir em erros idiotas.

Isa disse...

Não posso, António. É uma incapacidade física e psíquica, ouço ou vejo esse estrunfe e sinto coisas más. Foi sempre assim, não há química nenhuma entre nós.
E se tu dizes, eu acredito, preciso lá agora d'ouvir esse meia foda a dizer disparates, contradizer-se, ou a mandar bojardas boca fora??

tás a ver? já disse asneiras e tudo.



(Sério que isso ainda te surpreende? Acho muito bem que se denuncie, hã? quanto mais melhor. Mas surpreende-te?)

António Branco disse...

O que me surpreendeu - apesar de já pouca coisa me surpreender - foi haver registo facilmente verificável de uma coisa destas... isto deveria contribuir para afastar de vez da política um caramelo qualquer... a não ser que de algum modo se retratasse... devolvendo o que recebeu estes anos todos à custa dos tais "direitos adquiridos", que segundo ele "são uma burla"...

Pusinko disse...

Um senhor coerente, sem dúvida.
Isso e um par de estalos vitalícios é que era.

António Branco disse...

Hehe. Um par de estalos vitalício ainda não tinha ouvido, Pusinko. Mas apoio a sugestão :)