quarta-feira, dezembro 15, 2010

Exemplos do mundo

O mundo está cheio de exemplos. Nós é que podemos não os querer ver.



Na Suíça não há reformas de luxo. Para evitar a ruína da Segurança Social, o governo helvético fixou que o máximo que um suíço pode receber de reforma são 1700 euros.

10 comentários:

Isa disse...

E vamos lá nós agora olhar prós bons exemplos ... ó António, atão??:p

Sempre os houve, sempre aqui mesmo por perto. Estão todos lá, naqueles países que sempre cresceram mais que o nosso, cuja economia foi sempre mais saudável, cuja educação é creditada no mundo inteiro ...e por aí vai.

Antonio Branco disse...

Pois é Isa...

Eu bem que quero sair daqui... mas não consigo convencer a Maria...

Vou tentando melhorar as coisas à minha volta e tentando esquecer o resto, que já dói...

Fresco_e_Fofo disse...

É caso para dizer: com exemplos destes, na Europa, não é preciso ir à China loool.

Antonio Branco disse...

Olá Fresco!
Eu acho que os portugueses nunca foram à China aprender. Sempre lá foram para tentar fazer negócios... da China :)

Lua Nova disse...

Quem dera pudesse mandar esse post com essa reportagem ao nosso Palácio da Alvorada. Temos por aqui vergonhas que assistimos pasmos e uma impunidade absurda aos abusos.
Não podemos reclamar quando nos dizem do 3º mundo. E, me parece, não há interesse em deixarmos de sê-lo.
Beijokas.

Antonio Branco disse...

Olá Lua Nova!
Somos quase todos do 3º mundo... há estes bons exemplos que nos fazem, justamente, querer diferente, melhor. Para isso, temos, no que nos diz respeito, espalhar justiça e mais igualdade à nosso volta. E temos de fazer barulho quando outros não a espalham.
Beijokas!

S* disse...

Medida excelente e justa.

Rui da Bica disse...

Não sabia que era assim na Suiça !
Roubei o vídeo ! :))))
Abraço

Antonio Branco disse...

Olá S*!
As boas medidas vão surgindo por todo o lado. Acho que com o tempo chegaremos lá. O país (e o mundo, um dia). Nós, nesta geração talvez ainda não...

Antonio Branco disse...

Bem-vindo Rui!
Fique à vontade! Eu também o fui buscar algures...

Um abraço!