quinta-feira, janeiro 05, 2006

Ressonância à sociedade.


Lá vai o tempo em que, médico contratado em Centro de Saúde, me tinha de ver confrontado com os pedidos insistentes de doentes que achavam que precisavam de um TAC ou uma Ressonância Magnética (RMN) ao que fosse... Acho que pouca gente faz ideia do preço desses exames, apesar de ser o primeiro que passava pela cabeça de cada um quando achava que “precisava de exames”. Algumas pessoas nem pensavam em fazer análises. Pediam um “TAC da cabeça aos pés”, com as consequências que isso tinha em termos de tempo de explicação do que é um TAC, quando se utiliza e do seu preço aproximado. Tempo perdido... as pessoas não querem saber... porque, segundo dizem “descontam”... pelo que “têm direito”... não interessa se levam um ano “a descontar” para um exame de que não necessitam... precisando de uma reencarnação para pagarem as dez RMG que fariam numa vida só “porque sim”...

Águas passadas...

A cultura do Estado Social não passa só por esperar que ele nos traga aquilo de que precisamos. A Cultura do Estado Social passa por nos sentirmos obrigados a levar-lhe aquilo de que ele precisa e por saber exactamente o peso daquilo que dele tiramos e daquilo que a ele levamos. Aquilo que cada um desconta do seu vencimento para a segurança social no final do mês, chegaria, quanto muito, para pagar a própria reforma. Nunca para pagar a sua saúde actual.

Muitas considerações se poderiam fazer à volta do Estado Social. Tantas me passariam ao lado... vou directo à conclusão...
O Estado Social está arruinado. E é cada um de nós que contribui para a sua ruína. O Estado Social só pode existir com a consciência. E a consciência só pode existir com educação. Educação não só em termos de saber quem foi o primeiro rei de Portugal. Educação mesmo! Daquela de não dizer merda, não comer com a boca aberta e de não caluniar alguém só porque essa pessoa não fez tudo o que nós quisemos ou de um Estado porque não teve dinheiro para nos pagar o TAC (de que nem precisava)...
...o Estado Social, morto, precisa de uma Certidão de Óbito. Com ela passada, cada um irá à sua vidinha e só se poderá queixar de si próprio.

picture from http://www.yenra.com/health-magazines/

3 comentários:

mauricelando3685 disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Inha disse...

Bom dia António Branco.


Vou linkar o blog.;)

davidhunor2541782781 disse...

I read over your blog, and i found it inquisitive, you may find My Blog interesting. So please Click Here To Read My Blog

http://pennystockinvestment.blogspot.com